| HOME | QUEM SOMOS | EQUIPE | FORUM | CONTATO   
Assentamentos
Bem vindo a Assentamentos
Busca
  Minha Conta  Olá Visitante!     Recomende-nos  

Realização

.:: FUNARBE ::.
Fundação Arthur Bernardes


.:: UFV ::.
Universidade Federal de Viçosa


Apoio

.:: INCRA ::.
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - SR06


Links

.:: MDA ::.
Ministério do Desenvolvimento Agrário

.:: CPT ::.
Comissão Pastoral da Terra

.:: MST ::.
Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

.:: CONTAG ::.
Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura

.:: FETAEMG ::.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais

.:: NCA - UFMG ::.
Núcleo de Ciências Agrárias da UFMG

Peguem a Foice e Vamos à Luta: Determinantes agrários da Guerra Civil

As guerras civis começaram a ser quantitativamente estudadas há poucos anos, com número de publicações crescente na área. Os determinantes de guerra civil foram paulatinamente desvendados por meio de pesquisa empírica. Embora essas guerras ocorram geralmente em zonas rurais e as massas participantes sejam formadas particularmente por camponeses em busca de melhores e mais dignas condições de vida, ainda que conduzidos por líderes urbanos e instruídos, a academia não tem dado a devida atenção empírica às questões agrárias, apesar de tratá-las, em parte, numa literatura mais antiga e qualitativa.

A proposta desse livro é abordar assuntos de natureza agrária analisados empiricamente, incluindo-os no conjunto de determinantes de guerras civis com os quais a literatura já trabalha. Entre eles o papel da demografia rural e da concentração de terra, o nível de produtividade no campo, além do tipo de camponês. Ao final, foram encontrados resultados estatísticos relevantes que endossam os fatores agrários como parte do composto que levaria ao início da guerra civil.

Os fatores agrários não podem ser ignorados na ocorrência de guerras civis,principalmente se essas ocorrem em zonas rurais, têm os camponeses como principais participantes das massas rebeldes, cujas adesões à luta armada originam-se das questões agrárias não resolvidas.

O estudo abrange 147 países, entre os anos 1969-1998. Esse é um problema atual que persiste, inclusive em nosso continente, onde podemos observar países que enfrentam rebeliões seríssimas e estão a poucos passos de uma guerra civil. Os fatores agrários continuam relevantes para eclosões da guerra civil, e é essa a lacuna que o livro busca preencher.


Autor: Artur Zimerman
Editora: Humanitas (USP)

Adicionar: October 3rd 2008
Revisor: Artur Zimerman
Pontos:
Cliques: 13710
Idioma:

  

[ Voltar ao índice | Enviar comentário ]

Departamento de Economia Rural - Campus UFV
Cep 36570-000 - Viçosa, MG -Brasil
Universidade Federal de Viçosa
© 2005-2015 Portal Assentamentos - V.3.0
Página melhor visualizada no Internet Explorer 5.x ou superior.
Modo de exibição 800x600 pixels

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.
Tempo para gerar esta página: 0.02 segundos